Em greve, UFCG pode suspender calendário letivo

0

Uma reunião do Colegiado Pleno do Conselho Universitário da UFCG pode decidir pela suspensão do calendário acadêmico, nesta terça-feira (30). O encontro acontece a partir das 9h, no prédio da Reitoria da instituição. A proposta de suspensão será apresentada pelas entidades sindicais e representantes dos segmentos da comunidade universitário em todos os campi da instituição.

A proposta de suspensão está numa carta aberta divulgada na segunda-feira (29) pela Aduf-CG, Aduc, AdufCG-Patos, DCE-UFCG e Sintespb/UFCG, direcionada aos integrantes do Conselho Superior da universidade. O texto argumenta que a greve por tempo indeterminado dos três segmentos da UFCG é uma resposta “à difícil situação que as Instituições Federais de Ensino enfrentam hoje, no que diz respeito ao precário funcionamento das atividades de ensino, pesquisa e extensão”.

Para justificar a suspensão do calendário acadêmico as entidades representantes dos três segmentos explicam que a iniciativa evitaria tensões desnecessárias no interior da UFCG e garantiria os direitos dos três segmentos quando do retorno das atividades acadêmicas após a greve.

A carta aberta o também lembra que “o Colegiado Pleno adotou esse mesmo procedimento na greve de 2012 e no curso do atual movimento paredista as Universidades Federais da Bahia e do Amapá já suspenderam os seus respectivos calendários acadêmicos”.

As entidades também apresentarão durante a reunião uma proposta de moção de apoio daquele órgão a greve dos professores e servidores técnico-administrativos da UFCG.

Portal Correio
Você também pode gostar
Comentários
Carregando...