Polícia descobre fábrica de armas

0

A Polícia Militar, por meio da 3ª Companhia Independente, com sede em Campina Grande desarticulou uma fábrica de armas que funcionava no Sítio Baixa Verde, na cidade de Queimadas, no Agreste da Paraíba. A ação, que foi orientada pelo Serviço de Inteligência da PM, resultou na apreensão de 38 espingardas, um revólver e mais de 100 munições de vários calibres. No local, foi preso o armeiro Antônio Nunes Cabral, de 71 anos, conhecido na cidade por movimentar todo um comércio em torno de armas com a fabricação, conserto e venda do material bélico. De acordo com a comandante da 3ª Companhia Independente, capitã Luciana Firme, a ação foi de fundamental importância para a redução dos indicadores criminais na região. “Temos um levantamento que mostra que aproximadamente 37% dos homicídios registrados na região são provocados por espingardas, como do calibre de algumas das que foram apreendidas, e esta fábrica fechada nessa sexta-feira é a continuidade de um trabalho de combate ao comércio ilegal de armas que é bastante intenso na região, onde em maio já havíamos fechado outra fábrica com mesmo tipo de serviço”, falou. A capitã contou ainda que o acusado preso é suspeito de fornecer armas também para Campina Grande. “Temos essa informação de que ele fornecia espingardas calibre 12 de cano serrado para a cidade de Campina Grande, armas que são bastante cobiçadas pela marginalidade, era um verdadeiro esquema comercial, bastante lucrativo, e que envolvia várias pessoas para conseguir clientes e realizar vendas”, completou. Com o suspeito, foram apreendidos quase R$ 10 mil reais que possivelmente foram pagos de uma entrega feita no mesmo dia. O material apreendido e o suspeito preso foram conduzidos para a Delegacia da Polícia Civil, em Queimadas. Ele foi autuado no artigo 17 do
Estatuto do Desarmamento, cuja pena é de 4 a 8 anos de multa para quem oculta, tem em depósito, desmonta, monta, remonta, vende ou de qualquer forma utiliza, em proveito próprio ou alheio, no exercício de atividade comercial ou industrial, arma de fogo, acessório ou munição, sem autorização ou em desacordo com determinação legal ou regulamentar – condutas estas todas realizadas pelo suspeito.

Nordeste1

Você também pode gostar

Comentários

Carregando...