Caetano e Gil festejam o Brasil com "karaokê" filosófico e canção inédita

0

A celebração dos 50 anos de carreira  e de amizade de Caetano Veloso e Gilberto Gil, na estreia da turnê “Dois Amigos, Um Século de Música”, nesta quinta-feira (20), em São Paulo, foi feita em clima de karaokê intimista e pura ovação.

O público ruidoso acompanhou com coro e palmas o quanto pode. “Bom estar de volta. E com garoa”, brincou Caetano, antes mesmo de cantar “Sampa”. No fim, os paulistas ganharam um bis adicional, com os dois sambando à beira do palco e canções fora do repertório da turnê, como “Leãozinho” e “Three Little Birds”.

Gil e Caetano já dividiram muitos projetos desde a “criação” do movimento Tropicália, mas este certamente é um dos mais delicados. São apenas os dois ali no palco, com seus violões, olhares carinhosos recíprocos e um punhado de grandes canções. Destoavam do festejo o atraso de 40 minutos, o valor do ingresso (que chegava a R$ 450) e uma pequena parte da plateia que insistiu em conversar e mexer no celular.

O encontro no Brasil teve até mesmo música inédita, feita em dupla poucas horas antes. A canção se chama “As Camélias do Quilombo do Leblon”, segundo revelou o Instagram oficial de Caetano, e seguiu a trilha principal da viagem sonora: o Brasil.

UOL

O público ruidoso acompanhou com coro e palmas o quanto pode.

Você também pode gostar
Comentários
Carregando...