Manifestantes do MST bloqueiam várias rodovias na Paraíba

0

*atualizada às 14h06

Na manhã desta segunda-feira (24), manifestantes do Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra (MST) interditaram algumas rodovias da Paraíba. Pelo menos oito trechos de cinco rodovias federais e um de rodovia estadual foram bloqueados. Eles reivindicam liberação de terras e o fim de despejo de famílias acampadas.

Das 12h15 às 13h05, três dos trechos que estavam interditados foram liberados, mas o bloqueios continuavam em cinco trechos de rodovias federais, segundo a PRF.

O primeiro trecho foi interditado às 7h20, no Km 109 da rodovia federal BR-101, em Alhandra, no Litoral Sul da Paraíba. Em seguida, foi interditado o Km 38 da BR-230, em Santa Rita, na Grande João Pessoa, nas proximidades da passarela de Tibiri. Segundo a PRF, o bloqueio neste trecho acabou às 13h05.

Às 8h50, a PRF informou que outros dois bloqueios foram realizados, no Km 452 da BR-230, entre Sousa e Aparecida, no Sertão paraibano, e no Km 128 da BR-412, na cidade de Monteiro, no Cariri do estado. Por volta das 9h30, a PRF divulgou que o Km 70 da BR-361, em Olho d’Água, no Sertão paraibano, também estava interditado pelos integrantes do MST. Esse trecho foi liberado para trânsito às 12h15, segundo a PRF.

Às 10h, houve mais um bloqueio. Desta vez, segundo a PRF, no Km 250 da BR-230, em Juazeirinho, na Borborema do Estado. O trecho, assim como os outros, está totalmente interditado pelos manifestantes.

Às 11h, de acordo com informações da PRF, os integrantes do MTS bloquearam totalmente o trecho do Km 80 da rodovia federal BR-104, que fica na cidade de Remígio, no Agreste da Paraíba. O trecho foi liberado às 12h28.

Segundo a PRF, às 11h, o trânsito no locais bloqueados estava congestionado e os motoristas deveriam evitar trafegar pelos trechos ocupados. Em um dos trechos, a PRF disse ter informações de pneus queimados para evitar o tráfego de veículos.

Além das rodovias federais, os integrantes do MST também bloqueiam a rodovia estadual PB-073, na cidade de Mari, na entrada da comunidade de Taumatá, no entanto, a cada 30 minutos o trecho é liberado por 5 minutos.

Segundo PRF, bloqueios aconteceram em cinco rodovias federais. Também há uma rodovia estadual interditada

Você também pode gostar
Comentários
Carregando...