Correios na Paraíba encerram greve e voltam ao normal nesta terça-feira

0
Categoria volta ao trabalho após menos de 15 dias
em greve (Foto: Reprodução/Facebook/Sintect-PB)

Após menos de 15 dias em greve, os servidores da Empresa Brasileira de Correios e Telégrafos na Paraíba aceitaram, por unanimidade, durante uma assembleia, o acordo do Tribunal Superior do Trabalho (TST) e encerraram a paralisação. De acordo com o diretor administrativo do Sindicato, Husman Tavares, as atividades voltam ao normal nesta terça-feira (29).

O novo acordo prevê a manutenção do plano de saúde e uma gratificação incorporada no salário, a partir de janeiro. A proposta do TST determinou a criação de uma comissão paritária para estudar a situação do plano de saúde da categoria. Com isso, nenhuma alteração poderá ser feita sem a concordância dos trabalhadores.

Foi garantido ainda aos servidores um reajuste de R$ 150 a partir de agosto deste ano e de mais R$ 50 a partir de janeiro de 2016, além de reposição da inflação em 9,56% sobre todos os benefícios, redução do compartilhamento do vale-alimentação e vale-peru para o fim do ano.

Ao todo, 1.580 funcionários, entre carteiros, operadores de triagem, atendentes e auxiliares estavam com os braços cruzados desde 16 de setembro no estado. A paralisação afetou 250 agências e cerca de 4 toneladas de correspondências ficaram encalhadas na Paraíba.

Acordo com o TST prevê reajuste de R$ 150 a partir de agosto deste ano e de mais R$ 50 em janeiro de 2016

Você também pode gostar
Comentários
Carregando...