Dom Lucena fala sobre a programação do 21º Grito dos Excluídos na Diocese de Guarabira

0

Uma coletiva de imprensa foi realizada nesta quarta-feira, no Seminário São José

O Bispo falou à imprensa no Seminário São José. (Levy Galdino / CartaPB)

A Diocese de Guarabira realiza neste sábado (12), mais precisamente na cidade de Pilõezinhos, a 21ª edição do “Grito dos Excluídos”, atividade que provoca um olhar profético que supere as conjecturas e interesses de parte, e pretende olhar de verdade para o brasileiro e as suas reais necessidades.

Dom Lucena falou sobre a
programação do evento.
(Levy Galindo / CartaPB)

Esse ano o Grito dos Excluídos traz o lema “Que país é este que mata gente, que a mídia mente e nos consome?”, e mais uma vez com o tema “A vida em primeiro lugar”.

Para falar sobre o Grito, o Bispo Dom Francisco de Assis Dantas de Lucena, concedeu uma entrevista coletiva na manhã desta quarta-feira (9), no Seminário São José.

“Temos dois momentos do Grito dos Excluídos aqui na nossa região, hoje quarta-feira, teremos uma mesa redonda, sobre o tema da vida ‘Que país é este que mata gente’ e sábado, a partir das 13h30, teremos algo com toda a sociedade, seremos acolhidos na entrada de Pilõezinhos, sairemos numa caminhada pelo centro da cidade, onde teremos falas, apresentações e a Celebração pela Vida”, explicou o Bispo.

O evento acontece a 21 anos em todo o país no dia 7 de Setembro, data em que se comemora o Dia da Independência do Brasil, contudo na Diocese de Guarabira a mobilização acontece sempre no sábado posterior ao feriado. O evento acontece em todo o Brasil com representantes das minorias e da sociedade em geral.

A edição deste ano acontece em Pilõezinhos, do Padre Joanderson (Levi Galdino / CartaPB)

Você também pode gostar
Comentários
Carregando...