Vigilante é encontrado morto com faca cravada no pescoço, na Emepa de Sapé

0
Residência em que o vigilante vivia foi
cedida pela Emepa (Foto: CartaPB)

Sebastião Guilhermino de Souza, de 54 anos, foi encontrado morto com sinais de tortura numa área pertencente a Empresa Estadual de Pesquisa Agropecuária (Emepa), do Governo do Estado, na manhã desta quinta-feira (17) em Sapé, na Mata paraibana.

A vítima era vigilante do local, e foi encontrada por outros funcionários. O corpo estava amarrado e com uma faca cravada no pescoço.

De acordo com o capitão Amorim, da Polícia Militar, ninguém quis se pronunciar sobre o crime, além disso, foram subtraídos alguns bens materiais da vítima.

A Perícia foi acionada para a remoção do corpo.

Crime aconteceu numa residência cedida pelo órgão

Você também pode gostar
Comentários
Carregando...