Polícia prende grupo envolvido em explosões de caixas eletrônicos na Paraíba

0
Quadrinha foi surpreendida pela Polícia

A Polícia Civil, por meio da Delegacia de Crimes contra o Patrimônio (Roubos e Furtos) de Campina Grande, prendeu cinco pessoas suspeitas de fazerem parte de um grupo criminoso que agia em explosões de instituições bancárias no interior do Estado. Os suspeitos foram presos em um apartamento, no bairro de Bodocongó.

De acordo com o titular da especializada, Danilo Orengo, os presos estavam planejando mais uma ação na madrugada desta quarta-feira, quando foram surpreendidos pela Polícia dentro de um apartamento. “Recebemos várias denúncias de moradores do condomínio onde o grupo criminoso estava e fomos verificar a situação. Ao chegar ao local, encontramos os suspeitos com explosivos, uma pistola de brinquedo, cinco veículos, documentos de veículos, telefones celulares e uma quantia em dinheiro”, disse o delegado.

Foram presos: José Gilson Lopes do Nascimento, de 31 anos; Aguinaldo Wiana da Silva, de 40 anos; Diogo Wesley Oliveira Xavier, de 19 anos; Jhonatas Ithalo da Cruz Santos, de 24 anos e Joseilton Balbino da Silva Freire, de 29 anos. Segundo as investigações, eles são naturais do Rio Grande do Norte e tinham alugado o apartamento há algum tempo para servir como base das ações criminosas.

Os suspeitos foram ouvidos na Delegacia de Roubos e Furtos de Campina Grande e em seguida serão encaminhados para Unidades Prisionais do Estado, onde deverão aguardar as decisões judiciais.

Foram apreendidos explosivos, uma pistola de brinquedo, veículos, documentos, celulares e dinheiro

Presos estavam planejando mais uma ação quando foram surpreendidos pela Polícia dentro de um apartamento

Você também pode gostar
Comentários
Carregando...