Maternidade de João Pessoa registra 15 casos de microcefalia em 2015

0

Um total de 15 casos de microcefalia foram registrados no Instituto Cândida Vargas (ICV), em João Pessoa, de janeiro até a quinta-feira (19). De acordo com a diretoria da unidade, a quantidade de casos já caracteriza um surto da doença e uma investigação será feita para saber se os casos têm ligação com o Zika vírus. No ano passado, o ICV contabilizou apenas um caso de microcefalia.

O G1 procurou a assessoria de imprensa da Secretaria de Saúde da Paraíba na manhã desta sexta-feira (20) para saber sobre o total de casos de microcefalia registrados no estado este ano. O órgão informou que os números atualizados estão previstos para serem divulgados na terça-feira (24), através de um boletim oficial.

De acordo com o diretor clínico do ICV, Juarez Augusto, dos casos registrados, 13 crianças nasceram com a doença e duas gestantes que fazem o pré-natal na maternidade receberam o diagnóstico da malformação dos fetos na tarde da quinta-feira. Augusto explica que as pacientes foram encaminhadas por equipes do Hospital Édson Ramalho, na capital.

“Elas fizeram os exames e foi diagnosticado a microcefalia nos fetos. Este número de 15 casos dessa malformação que tivemos desde janeiro até agora é alarmante e já caracteriza um surto. Já esta semana começamos a entrevistar todas essas mães para saber se elas tiveram algum problema de saúde, virose ou zika durante a gestação”, explicou.

A Secretaria Municipal de Saúde de João Pessoa informou, através da assessoria de comunicação, que a partir da segunda-feira (23), todas as gestantes atendidas pela rede municipal e cuja criança for identificada com algum tipo de malformação, devem ser encaminhadas para o ICV para que seja acompanhada no local.

G1

Você também pode gostar

Comentários

Carregando...