Hospital de Campina Grande fecha ala pediátrica a partir desta quinta

0

A unidade pediátrica da Fundação Assistencial da Paraíba (FAP), em Campina Grande, foi fechada nesta quinta-feira (31), segundo a direção da unidade de saúde. Em nota, a direção da FAP informou que vai encaminhar os pacientes para outros hospitais especializados em atendimento pediátrico da cidade. A Unidade de Terapia Intensiva (UTI) neonatal vai continuar funcionando normalmente.

De acordo com o documento, o setor tem 28 leitos, que serão destinados para aumentar o atendimento no setor de oncologia da unidade hospitalar. O informativo orienta os pacientes a procurarem as unidades básicas de saúde ou o Hospital da Criança e do Adolescente do município, e explica ainda que com o fechamento da ala, o hospital pode investir e se tornar referência na área de oncologia.

A Secretaria Municipal de Saúde (SMS) se posicionou contrária ao fechamento.De acordo com a secretária de saúde, Luzia Pinto, várias negociações foram feitas mas a direção da FAP ainda assim tomou a decisão de fechar a ala. “Acionamos o Ministério Público três ou quatro vezes. A Câmara de Vereadores duas vezes, inclusive propomos um repasse de R$ 50 mil, valor que segundo a direção seria necessário para a manutenção do setor, mas a decisão da FAP foi irredutível”, comenta.

Entenda o caso

O fechamento do serviço foi anunciado em maio, quando a expectativa era de acontecer no mesmo mês. Na época, foi indicado que o hospital não tinha condições de sustentar o setor. “Nós não temos condições de preencher as escalas de atendimento porque nós precisamos de, no mínimo, dois profissionais aqui [por plantão]: um para realizar os atendimentos e internações e outro na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) neonatal e na sala de parto”, disse o presidente da Fundação na época.

No dia 1º de julho, o diretor da unidade explicou que o setor só funcionaria até o dia 30 de dezembro. Segundo Hélder, os leitos pediátricos estavam funcionando com baixa demanda, uma média de 47%, desde 2013, enquanto há necessidade de espaço para expandir o atendimento oncológico.

G1

Objetivo é aumentar o atendimento na área de oncologia.

Você também pode gostar
Comentários
Carregando...