Polícia prende homem suspeito de homicídio na cidade de Campina Grande

0
Imagem ilustrativa

A Delegacia de Homicídios de Campina Grande cumpriu, na tarde desta terça feira (22), um mandado de prisão temporário contra Elvis Kennedy Barros Costa, suspeito de participação na morte de Djair de Andrade, 25 anos, assassinado em maio deste ano no bairro das Malvinas na Rainha da Borborema.

De acordo com testemunhas Djair estava conversando com amigas na calçada da escola estadual Álvaro Gaudêncio quando um homem chegou a pé e disparou vários tiros na direção dele. Djair ainda foi levado para o Hospital de Trauma de Campina Grande, mas não resistiu aos ferimentos e morreu horas depois.

As investigações levaram a polícia até Elvis Kennedy. Na casa dele, durante o cumprimento de mandado de busca e apreensão, foram recolhidos uma balança de precisão usada para pesar drogas, estojo de munição e bolas de sinuca perfuradas para colocação de pólvora que são transformadas em bombas caseiras.

Quando a equipe estava concluindo o trabalho, recebeu uma ligação feita para o telefone 197 Disque Denúncia da Secretaria da Segurança e da Defesa Social (SEDS) informando que Selma Maria Barros Costa, mãe de Elvis Kennedy, tinha sido avisada da prisão do filho e escondeu um revólver calibre 38 na casa da vizinha.

Ao ser abordada, a vizinha confirmou que Selma Maria pediu para ela guardar uma almofada, momentos antes da polícia chegar, mas não revelou se tinha algo escondido dentro dela. Elvis Kennedy disse que o revólver era dele e que comprou para se defender dos integrantes da torcida do Treze. Ele foi autuado em flagrante por posse ilegal de arma de fogo e por receptação. Já Selma Maria vai responder na Justiça por porte ilegal de arma.

Você também pode gostar
Comentários
Carregando...