Dupla é presa suspeita de atirar em sargento da PM

Dois suspeitos dos disparos que atingiram o sargento da PM Sandro Pereira da Silva, de 43 anos, foram presos na noite deste sábado (02), no acesso ao bairro do Valentina, na Zona Sul da capital. Um policial comandava a guarnição que estava realizando buscas pelos acusados de assaltar um ônibus quando se deparou com os dois ao lado de uma mata.

Rodolfo Miranda da Silva, de 19 anos, e Gleyton Alexandre Pereira da Costa, 20, estavam escondidos em uma casa e foram localizados através de denúncias da população à polícia. Uma adolescente de 17 anos também foi apreendida no local por ter sido flagrada com 100 gramas de cocaína. A arma do crime foi encontrada no início da manhã deste domingo (3), por uma pessoa que acionou a PM.

Gleyton Alexandre estava com um ferimento na perna e depois que foi atendido no Hospital de Emergência e Trauma foi levado com os detidos para a Central de Polícia Civil, no Geisel. Na delegacia, vítimas dos roubos reconheceram os dois homens como autores do assalto.

O sargento Sandro chegou ao Hospital de Trauma consciente e orientado, com marcas de estilhaços pelo braço e rosto, conforme informou a equipe médica de plantão aos policiais que prestaram o socorro. Às 3h10 deste domingo, o hospital informou que ele faleceu depois que teve paradas cardiorrespiratórias durante a madrugada. Um laudo ainda deve apontar a causa da morte.

Velório
– O corpo do sargento será velado na casa de familiares, no bairro Brasília, próximo ao colégio Zé Pires, na cidade de Bayeux. O sepultamento acontecerá no cemitério da cidade, com todas as honras e homenagens militares, em horário que ainda será definido pela família. O policial tinha 23 anos de serviço prestados à PM.

Você também pode gostar
Comentários
Carregando...