Podendo jogar no sábado pelo Belo, Aílton minimiza falta de ritmo

0

Aílton chegou ao Botafogo-PB buscando ser o camisa 10 da equipe que vem se formando para a temporada. Com passagens por vários clubes do Brasil, o meia não tem dúvida de que tem bagagem de sobra para assumir mais este desafio na carreira. Podendo jogar no sábado (16), ele minimiza a falta de ritmo de jogo. Acesse o Voz da Torcida.

Com 31 anos, o último clube pelo qual atuou foi o Atlético-GO, onde disputou a série B. Em 2014 foi campeão da Copa do Nordeste defendendo o Sport-PE. Agora no Botafogo-PB, o meio campista sonha em conquistar tudo o que lhe foi proposto pela diretoria.

“Estou encarando o Botafogo-PB como sempre encarei os clubes onde passei. Quero ajudar o clube o máximo que eu puder. É um time grande. Temos totais condições de fazer um ótimo campeonato estadual e Copa do Nordeste e vamos buscar o acesso na série C. Temos que pensar grande. É um sonho”, exclamou.

Há duas semanas treinando junto ao elenco, Aílton já vê com bons olhos a equipe que vem se formando e garante que é apenas questão de tempo para que possa adquirir seu ritmo e jogo e entrar na forma física e técnica ideal.

“Tem muitos jogadores que já joguei contra e muitos outros já tive a felicidade de jogar junto. Tecnicamente a equipe é muito boa. Na pré-temporada a perna pesa um pouco e nos deixa um pouco travados. A gente tenta se movimentar e fazer uma jogada melhor e às vezes não sai. Mas é começo de trabalho. Quando começarem os jogos vai todo mundo pegar ritmo e as coisas vão fluir”, garantiu.

O meia ficou de fora do amistoso que o Botafogo-PB fez contra a equipe amadora do Santo André de Cruz das Armas. Fica a expectativa de que ele seja utilizado nesse fim de semana, quando o Belo enfrenta o Náutico-PE, no sábado, no estádio Almeidão, às 16h.

Portal Correio

Você também pode gostar

Comentários

Carregando...