Paraíba corta mais de R$ 3,7 bilhões do orçamento para 2016

Imagem ilustrativa
Em pleno sábado de carnaval, a edição do Diário Oficial publicou o cronograma de desembolso dos recursos mensais. Uma programação, de janeiro a dezembro, de quanto cabe ao Executivo, Judiciário, Tribunal de Justiça, Tribunal de Contas, Ministério Público, Defensoria Pública e UEPB. Todos com autonomia financeira e administrativa.

A notícia não foi boa. Os repasses mensais foram congelados. Os valores contingenciados, praticamente repetem a distribuição de dezembro do ano passado. O corte foi geral. No total, nos 12 meses deste ano o orçamento da Paraíba terá 3 bilhões, 733 milhões, 169 mil e 259 reais a menos do que em 2015.

Em 2015, a ALPB recebeu R$ 300,5 milhões. Para este ano, a previsão é de R$ 226,9 milhões. Um repasse mensal de R$ 22,2 milhões. O Legislativo terá um corte de pouco mais de R$ 25,4 milhões. Em 2016 a Assembleia terá que administrar um saldo negativo de R$ 33,6 milhões.

"Temos que nos adequar à nova realidade. Já estamos fazendo reuniões individuais e conversando com os deputados sobre essa nova realidade", adiantou-se o presidente da Assembleia Legislativa, deputado Adriano Galdino (PSB).

O Tribunal de Contas do Estado vai deixar de receber, mensalmente, R$ 721,4 mil. Em todo ano passado, recebeu R$ 134,6 milhões, equivalentes a R$ 11,2 milhões mensais. Este ano, esse repasse cairá para R$ 126,3 milhões. Ou seja, R$ 10,5 milhões mensais.

Nos 12 meses, o prejuízo para o TCE-PB será de R$ 8,6 milhões. A cada mês, perderá R$ 721,4 mil. O presidente do Tribunal de Contas, conselheiro Arthur Cunha Lima, reconhece que terá que gastar a matemática para cumprir a data-base para o reajuste anual dos servidores.

O Poder Judiciário tem altas cifras. Historicamente, só perde para o Executivo. Em 2015, recebeu R$ 860,9 milhões, algo em torno de R$ 71,7 milhões por mês. Este ano, terá R$ 276,9 milhões a menos.

Por mês, o Judiciário receberá R$ 48,6 milhões. Mesmo com o prejuízo, o presidente do TJPB, desembargador Marcos Cavalcanti, garante que paga folha de fevereiro com a data-base negociado com os servidores.

Como administrar o Ministério Público estadual com R$ 23,2 milhões a menos este ano? É esta resposta que busca o procurador geral de Justiça, Bertrand Asfora. O MPPB teve direito a R$ 250,5 milhões em 2015, algo em torno de R$ 21 milhões a cada mês. Perderá R$ 23,2 milhões este ano. De janeiro a dezembro, mês a mês, um saldo negativo de R$ 18,9 milhões.

Na Paraíba, não somente os Poderes têm direito ao duodécimo. Defensoria Pública e Universidade Estadual também detêm autonomia e orçamento próprio.

A previsão para a Defensoria é o repasse mensal de R$ 6,3 milhões. Somados, representam R$ 75,7 milhões. Em 2016, caem para R$ 71,6 milhões. Um saldo negativo de R$ 4,1 milhões por mês. Para cada mês, o repasse ao MPPB será de pouco mais de R$ 5,9 milhões.

Para a Universidade Estadual da Paraíba, estão reservados R$ 290,6 milhões. Mesmo assim, o saldo negativo será de R$ 46,4 milhões. No ano passado, recebeu R$ 337,8; ou seja, R$ 28,9 milhões, contra os R$ 24,2 milhões mensais destinados este ano.

Gigantes mesmo são os números do Poder Executivo. Em 2015, o orçamento foi de R$ 9,1 bilhões, o que garante repasses mensais de R$ 760,5 milhões. Este ano, será de R$ 5,7 bilhões. Uma redução de R$ 3,4 bilhões. A cada mês, terá R$ 562,2 milhões.

Este ano, o Executivo terá R$ 3,4 bilhões a menos do que em 2015. O governo acendeu a luz amarela. Encaminhou à Assembleia Legislativa uma Medida Provisória que adia a data-base, congela salários, vencimentos, gratificações e promoções. A matéria é polêmica, mas já tramita na Casa. Servidores ocuparam as galerias para protestar contra a matéria. Os servidores públicos ameaçam greve geral. Os professores paralisaram as atividades e querem que o governo defina o pagamento do piso nacional do magistério.

COMENTE ESTA MATÉRIA

 
PUBLICIDADE
Nome

Alexandre Henriques Brasil Cidades Ciência e Saúde Concursos Cultura Đestaque Economia Educação Empregos Entretenimento Eraldo Luis Especial Esporte Foto do Internauta Fotos Guarabira Internacional Klebson de Oliveira Levy Galdino Luiz Tananduba Martinho Alves Mensagens Natalinas Mensagens Natalinas (C) Mundo Paraíba Policial Política Pr. Antônio Júnior Receita do dia Tecnologia Νotícias Οpinião Ρrincipal τop
false
ltr
item
CartaPB - Informação Indispensável: Paraíba corta mais de R$ 3,7 bilhões do orçamento para 2016
Paraíba corta mais de R$ 3,7 bilhões do orçamento para 2016
https://1.bp.blogspot.com/-kfID3LLYPqA/VscaKanoCmI/AAAAAAAAEv0/dDvM0x48nww/s320/159523%252C362%252C80%252C0%252C0%252C362%252C271%252C0%252C0%252C0%252C0.jpg
https://1.bp.blogspot.com/-kfID3LLYPqA/VscaKanoCmI/AAAAAAAAEv0/dDvM0x48nww/s72-c/159523%252C362%252C80%252C0%252C0%252C362%252C271%252C0%252C0%252C0%252C0.jpg
CartaPB - Informação Indispensável
http://www.cartapb.com/2016/02/paraiba-corta-mais-de-r-37-bilhoes-do.html
http://www.cartapb.com/
http://www.cartapb.com/
http://www.cartapb.com/2016/02/paraiba-corta-mais-de-r-37-bilhoes-do.html
true
7985130296924381775
UTF-8
Não há postagens VER TUDO Leia mais Responder Cancelar resposta Apagar Por Home CONTINUE LENDO POSTAGENS Ver tudo RECOMENDADO PARA VOCÊ; CATEGORIAS ARQUIVO SEARCH TODAS AS POSTAGENS Sua busca não encontrou resultados Back Home Domingo Segunda-feira Terça-feira Quarta-feira Quinta-feira Sexta-feira Sábado Dom Seg Ter Qua Qui Sex Sáb Janeiro Fevereiro Março Abril Maio Junho Julho Agosto Setembro Outubro Novembro Dezembro Jan Fev Mar Abr Maio Jun Jul Ago Set Out Nov Dez Agora 1 minuto atrás $$1$$ minutes ago 1 hora atrás $$1$$ horas atrás Ontem $$1$$ dias atrás $$1$$ semanas atrás mais de 5 semanas atrás Seguidores Seguir CONTEÚDO BLOQUEADO Por favor compartilhe para desbloquear Copiar todo código Selecionar todo código Todos conteúdo foi copiado para sua Área de transferência Você não pode copiar o código / texto, por favor pressione [CRTL]+[C] (ou CMD+C no Mac) para copiar