'Anjos da Noite' distribuem alimentos à moradores de rua de Guarabira

(Foto: Adriany Santos/ / CartaPB)

Todas as quintas-feiras a noite é igual, os “Anjos da Noite” saem para encontrar dezenas de moradores de rua levando alimentos, agasalhos e evangelização, todo o trabalho é coordenado pelo pastor evangélico Elizeu Evangelista que, junto com amigos e familiares, percorre as ruas em buscas dessas pessoas. Numa só noite, são distribuídas em torno de 20 quentinhas, além de pães, suco, água, café e roupas.

(Foto: Camila Evangelista / divulgação)

O projeto foi assumido por eles em janeiro deste ano e conta com a colaboração de oito pessoas, desde a arrecadação dos alimentos, a preparação e a distribuição. Além deles, empresários locais doam os alimentos que são utilizados no preparo das marmitas.

Elizeu explica que o foco na evangelização tem por finalidade levar conforto aos moradores e uma palavra de fé. “Focamos inicialmente na palavra. Fazemos sempre uma oração, trazemos versículos bíblicos e palavras de autoestima e depois entregamos estas deliciosas quentinhas que são feitas por minha esposa”, disse.

(Foto: Adriany Santos / CartaPB)

O número de atendidos só aumenta, segundo Camila Evangelista, que também colabora com o projeto, e eles precisam sempre ampliar a distribuição. “Sempre está aumentando o número de moradores, pois iniciamos com quinze quentinhas e hoje estamos trazendo vinte e duas”, destacou.

Um dos atendidos pelo projeto, que se identificou como Fábio, contou ao CartaPB como chegou às ruas, segundo ele, a dependência do álcool arruinou sua vida.

“Minha irmã é advogada, mora em João Pessoa. Tenho outra irmã que mora aqui em Guarabira, no Alto da Boa Vista. Eu era um borracheiro de primeira qualidade, e o que me levou a estar nas ruas foi o álcool e minha própria irresponsabilidade”, comentou emocionado.

Outro morador atendido, disse ter casa, mas prefere as ruas. José contou que foi abandonado pela família e, sem emprego, recebe das ruas comida e atenção.



(Foto: Natieli Rodrigues / CartaPB)

“Tenho uma casa pra dormir, mas, como eu tenho fome, venho pra rua. Fico muito agradecido, pois tem muitas pessoas que chegam aqui e nos ajudam, nos dão alimento e atenção, com isso eu me sinto bem e lembrado”, explicou.

O pastor Elizeu disse se emocionar com as histórias que ouve, que vão desde desempregados ou abandonados pela família, até dependentes químicos, realidade variadas de pessoas que vivem exclusas, sem o olhar da sociedade. “É interessante que cada um tem uma história para contar, um foi a cachaça que o trouxe para rua, outro o abandono da família, outro o desemprego, e são muitas histórias que emocionam”, concluiu.

AJUDE
Uma página no Facebook foi criada para divulgar e explicar o projeto Anjos da Noite, através dela é possível contribuir de várias formas. O endereço é www.facebook.com/anjosdanoitegba.

(Foto: Adriany Santos / CartaPB)
Adriany Santos,
Especial para o CartaPB

Todas as quintas-feiras o projeto leva alimentos, agasalhos e evangelização aos moradores

Você também pode gostar
Comentários
Carregando...