Representantes do Vaticano estão em Guarabira para investigar processo de beatificação

0
Santuário do Padre Ibiapina
(Foto: Divulgação/Secom-PB)

Integrantes da Congregação para a Causa dos Santos, da Santa Sé, estão na cidade de Guarabira, no Agreste da Paraíba, para investigações do processo de beatificação do Padre Ibiapina, que já é considerado um Servo de Deus pela Igreja Católica, título concedido quando o processo de canonização é iniciado. Os enviados do Vaticano chegaram na cidade no último domingo (22) e vão permanecer na Paraíba por dez dias.

Segundo o bispo da Diocese de Guarabira, Dom Francisco Lucena, os dois enviados estão ouvindo, diariamente, pessoas que teriam recebido graças de Deus por intermédio do padre e também analisando documentos sobre a história de vida dele. “Estou rezando e pedindo a Deus que dê um beato para nossa Diocese e que futuramente ele seja São Ibiapina”, ressaltou, acrescentando ainda que o processo foi inciado há mais de quinze anos.

A beatificação é uma etapa do processo de canonização. Nesta fase são analisadas provas sobre os possíveis milagres atribuídos ao candidato. Para isso, o postulador de causa Paolo Vilotta e o padre Paolo Lombardo, que são os dois enviados do Vaticano, vão escutar diariamente em um ‘Tribunal Eclesiástico’, aqueles que atribuem ao Servo de Deus intercessões de graças divinas.

Durante os dias em que vão permanecer em Guarabira, os representantes do Vaticano também vão abrir a urna onde estão os restos mortais do Padre Ibiapina. A intenção, explica Dom Lucena, é olhar o estado em que se encontra e fazer a limpeza, pois eles podem se tornar relíquias.

O bispo explica ainda que não há prazos concretos para saber o resultado dessa visita. “Pode passar anos”, acrescentou. Outro ponto acrescentado por ele é de que para chegar ao final do processo é preciso ter um milagre constatado. “Por isso pedimos que se alguém recebeu uma graça tem que se apresentar a uma Diocese, pois se não tiver milagre não terá beato, ou santo”, pediu.

No próximo domingo (29), às 15h30, vai ser celebrada uma missa para reposição dos restos mortais do Padre Ibiapina em uma nova urna, no distrito de Santa Fé.

G1

Você também pode gostar

Comentários

Carregando...