Zenóbio eleva gastos com a folha e aumenta número de funcionários em período eleitoral, revela TCE-PB

Dados disponíveis no site do Tribunal de Contas do Estado da Paraíba revelam que a Prefeitura de Guarabira elevou o número de funcionários no período eleitoral e aumentou a folha de pagamento em mais de R$ 1 milhão, em relação ao mês de janeiro do mesmo ano.

Nos meses de agosto, setembro e outubro, o prefeito Zenóbio Toscano (PSDB), que disputou e venceu a reeleição, deixou a gestão com quase 2 mil funcionários, quando em janeiro o quadro funcional não chegava a 1.700 funcionários.

Passado o período eleitoral, o número de funcionários voltou a cair. Esses dados podem estar diretamente ligados a contratos temporários feitos pelo gestor durante a campanha eleitoral e a queda evidencia o descarte desses contratados, quando terminou a campanha.

No mês de janeiro de 2016, segundo o TCE, a Prefeitura de Guarabira gastou com R$ 3.052.422,96com 1.691 funcionários, mesmo já tendo sido instituído o aumento do novo salário mínimo. No mês de agosto, já se contava 1.910 funcionários e gasto com a folha de R$ 3.917.673,70. No mês seguinte (setembro), com 1.913 funcionários a Prefeitura desembolsou R$ 4.096.765,79 e em outubro, para pagar 1.911 funcionários, dos cofres públicos saíram R$ 3.761.400,22.

Em dezembro de 2016 a gestão já contava com bem menos funcionários; estavam lotados 1.863 e foram necessários recursos na ordem de R$ 5.798.409,02 para fazer face ao pagamento da folha de pessoal, isso contando com metade do 13º salário. A diferença de janeiro a dezembro do mesmo ano foi de R$ 2.745.987,00 o aumento de gastos com folha de pessoal.

O site do TCE-PB não mostra os gastos dos primeiros meses de 2017 para que possa ser feito um comparativo da evolução da folha.

Confira os gastos:

Com Portal25Horas

Nos meses de agosto, setembro e outubro, o prefeito Zenóbio Toscano (PSDB), deixou a gestão com quase 2 mil funcionários

Você também pode gostar
Comentários
Carregando...