Criança é flagrada tentando entrar em presídio de João Pessoa com celular

Menino de 10 anos estava acompanhado da mãe quando iam visitar parente no presídio do Roger.

Uma criança de 10 anos foi flagrada tentando entrar com um celular escondido na penitenciária Flósculo da Nóbrega, o presídio do Roger, em João Pessoa, no domingo (18).

De acordo com o gerente do sistema penitenciário da Paraíba, João Paulo Ferreira, uma mulher que iria visitar um filho, usou um outro mais novo para entrar com um celular no presídio. A criança foi flagrada por um agente com detectores de metal.

Ainda de acordo com João Paulo Ferreira, não é normal acontecer esse tipo de prática por parte de parentes de presidiários. “Não é de costume, normalmente respeitam as crianças e sua inocência é preservada, mas nesse caso um dos agentes passou o detector no menino e acabou encontrando o aparelho celular”, comentou.

A mãe e o irmão do presidiário foram levados para Central de Polícia, no bairro do Geisel, onde foi autuado. A mulher assinou um termo circunstanciado de ocorrência (TCO) e foi liberada para responder ao processo em liberdade. A criança, por sua vez, foi levada para o Conselho Tutelar.

Com G1