Filme paraibano ‘Ilha’ é o maior vencedor da Mostra Sesc de Cinema

Curta-metragm levou três prêmios das oito categorias da mostra.

0

O filme “Ilha”, do paraibano Ismael Moura, levou três dos sete prêmios aos quais concorria na etapa nacional da Mostra Sesc de Cinema, que aconteceu na noite desta quinta-feira (13), no Rio de Janeiro. O curta-metragem ganhou os prêmios de direção de fotografia, com Bruno de Sales, e direção de elenco e direção de ficção, com Ismael Moura.

“Estou super feliz. Poder representar meu estado em uma mostra com tamanha visibilidade, a nível nacional, e sair com três prêmios é muito gratificante. Devo muito a toda equipe do ilha, a todos os profissionais que acreditaram no meu roteiro e ao Jabre, laboratorista de roteiro que vem dando a oportunidades dos realizadores do interior mostra seus trabalhos”, comemorou.

Ismael Moura é natural do município de Cuité e também é responsável pelo roteiro, argumento e pesquisa do curta-metragem.

“Não poderia me sentir mais orgulhoso em poder mostrar um trabalho realizado na minha cidade [Cuité], a qual me orgulho em ter não só o ator Fernando Teixeira, de João Pessoa, como o meu conterrâneo, o jovem Walison Pereira, que fez com tamanha mestria seu papel”, disse.

“Ilha” mostra um homem já de idade avançada, que vive com seu filho autista em um isolamento total. O desconhecimento do problema o faz lidar de uma maneira aparentemente irracional, acorrentando o jovem como forma de proteção.

Os outros vencedores, por categoria, foram: melhor roteiro, Levino (Brasília-DF), de Gui Campos, David Alves e Ana Hoeper; desenho de som, O Último Retrato (Curitiba-PR), com Arthur Tuoto; direção de arte, Solon (Belo Horizonte-MG), com Luiz Roque e Thais de Campos; montagem, Enzo (Anápolis/GO), com Hugo Crisóstomo; e direção documentário, Limpam Com Fogo (São Paulo-SP), com Cesar Vieira, Conrado Ferrato e Rafael Crespo.

“Nosso objetivo é promover a difusão da produção cinematográfica brasileira que não chega ao circuito comercial de exibição. Com a Mostra, o Sesc também cumpre uma missão importante da atuação na área cultural, que é democratizar o acesso dos cidadãos ao cinema, além de permitir que artistas e cineastas de todo o Brasil possam mostrar seus trabalhos”, destaca a técnica de Cultura, Nadia Moreno.

Ao todo, 34 filmes foram selecionados para circular o país durante dois anos, com exibições nas unidades do Sesc.

G1

Você também pode gostar

Comentários

Carregando...